Alguns dos artigos de imprensa que destacaram os resultados do projeto fizeram-no com erros, deturpando as conclusões da investigação. Nesta secção poderá ver esses artigos.

 

Tendo por base a notícia do semanário Expresso de dia 5 de setembro (Rendimento de jovens qualificados dispara após a saída), foram feitas interpretações erradas por dois canais de informação.

A comparação realizada no estudo, corretamente descrita pelo Expresso, identifica a realidade dos emigrantes qualificados em Portugal, antes da emigração, e no país de destino, depois da emigração. O estudo não comparou o conjunto de variáveis apresentado antes da emigração e depois do regresso a Portugal. Assim sendo, os títulos destes dois artigos, bem como o parágrafo inicial de um deles, cometeram um erro:

5.09- Notícias ao Minuto: Após regresso, salários dos emigrantes sobem (e muito)

5.09- Gazeta do Rossio: Depois de regressarem os salários dos emigrantes sobem